por MARCO VALÉRIO CLASSE COLONNELLI

O intuito deste artigo é demonstrar, a partir de alguns símiles, como Homero produz uma caracterização concisa de seus heróis. A perspectiva de abordagem neste estudo é comprovar a eficácia do uso dos símiles pelo poeta em consonância com a obra de Aristóteles, Investigação dos Animais, que nos permite aferir certo valor simbólico de determinados animais ainda no séc. IV a.C. Partindo de comparações com animais, o poeta produz símiles que formam um quadro imediato e eficaz do herói, projetado pela força simbólica e analógica que o animal evoca como termo comparativo na cultura grega arcaica e clássica.

Palavras-chave: Caracterização; Ilíada; Homero; símiles; épica; Aristóteles.

TEXTO COMPLETO